O termo estresse indica um estado causado pela percepção de estímulos capazes de alterar o funcionamento do corpo. Em decorrência disso, as pessoas passam a ter distúrbios fisiológicos e psicológicos.

“Em 1936 o fisiologista canadense Hans Selye introduziu o termo ‘stress’ no campo da saúde para designar a resposta geral e inespecífica do organismo a um estressor ou a uma situação estressante.”. (MARGIS, R; ETAL P. 65)

Mas, o que verdadeiramente gera o estresse?

A necessidade humana de controlar tudo e todos à sua volta. A preocupação em ser capaz de decidir sobre os acontecimentos de menor impacto – que cientificamente são chamados de ‘life-events’ – desde controlar o pensamento das pessoas até se esforçar para ter pensamentos positivos sobre si. Neste movimento, sua energia se esgota já que o controle é uma falácia dessa realidade.

As barras de access entram nesse processo e irão transformar seu estilo de vida quando souber que a criadora é você. Mas não é tentando controlar tudo, é sabendo que pensamentos, sentimentos e emoções não combinam com a criação de novas realidades. Com as barras, seu corpo se sente preparado para lidar com situações a partir de ser, saber, perceber e receber, e em relação ao stress atuam de forma fundamental já que, quando recebe uma sessão você libera todo o stress através das descargas eletromagnéticas, destruindo e descriando todos as crenças que te fazem olhar o controle como algo criador. Sabia que pensamentos, criam sentimentos que geram ações? E o que isso significa?

Observe, através de pensamentos, sentimentos e emoções você não percebe nem recebe. Quando vai para o sentir, passa a comprar as dores do outro, mas quando funciona a partir do perceber, sabe rapidamente que as dores alheias, ou o sentimento que aparece não é seu e não é função do seu corpo lidar com aquilo.

Sei que assusta, e a primeira resposta dos seres que ainda funcionam a partir dos sentimentos é pensar que quando agimos através da percepção estamos nos distanciando das nossas relações. No entanto, o que torna o exercício sensorial fantástico é que essa divergência não ocorre. Uma vez que, conseguindo verdadeiramente abrir um espaço de conscientização para alguém, permitimos que ele ou ela também acesse as informações para gerar a mudança que se requer.

Quando permitimos que esse espaço se abra, temos clareza em todas as ações pois não estamos cobertos de julgamentos, e entendemos que percepção não é permissividade ou distanciamento, mas sim, um estado consciente que acredita nas mudanças quando deixa o controle de lado.